Rachaduras em teto de gesso exigem cuidado!

Especialista aponta a melhor forma de reparar possíveis rompimentos em estruturas de gesso

OK Gesso_1

CURITIBA, Abril, 2017 – Movimentações do solo, encolhimento e expansão derivados do clima, idade e degradações causadas pela água são exemplos de fatores que podem causar danos a estrutura dos mais variados tipos de construções.

Um dos problemas mais comuns observados em residências é o surgimento de rachaduras e fendas em tetos de gesso. Entretanto, a flexibilidade do material permite que na maioria das vezes, as trincas e fissuras sejam reparadas sem o auxílio de mão de obra especializada.

Primeiramente é preciso avaliar a profundidade e o tipo das rachaduras. De acordo com a designer e arquiteta Katalin Stammer, supervisora do Núcleo de Design do Centro Europeu, é importante estar atento também ao que está provocando o problema. “Todas as rachaduras representam um risco, mas algumas podem se tratar de um dano estrutural mais sério”, alerta a profissional.

Gesso_2

Uma alternativa para identificar o nível de gravidade das danificações no gesso é observar o formato e posição das rupturas. “Trincas ou fissuras (na vertical ou na horizontal) rasas geralmente são superficiais e menos preocupantes. Já as rachaduras inclinadas (na diagonal e profundas) indicam problemas na estrutura. Para estas, é necessário contar com a ajuda de um profissional”, orienta Katalin Stammer.

Ainda segundo a arquiteta, quando superficiais as rachaduras podem ser restauradas com o uso de tintas emborrachadas, sela-trincas, fita telada de fibra de vidro, curativos para paredes e massa acrílica. “É indispensável lembrar que para um trabalho bem sucedido, é necessário que além da qualidade dos materiais, as especificações técnicas sejam seguidas a risca, assim o problema será solucionado da melhor forma possível”, completa.

Passo a passo para consertar rachaduras em gesso

1 – Com o auxílio de uma espátula, aumente em aproximadamente 2cm cada rachadura para que o produto penetre melhor;

2 – A seguir, elimine todo o pó e a sujeira gerados ao aumentar as rachaduras, para que o produto reparador se fixe bem. Use uma escova ou pincel para essa limpeza;

3 – Prepare a massa do produto com o qual você vai consertar as rachaduras seguindo as instruções do fabricante para conseguir um bom resultado;

4 – Aplique a massa ou produto para tapar a rachadura com uma espátula. Faça isso no sentido longitudinal e aplicando só o produto necessário. Deixe o produto secar o tempo estipulado pelo fabricante;

5 – Depois de seca, lixe a área consertada e limpe novamente os restos de pó. Feito isso, a área consertada estará pronta para a pintura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »