Neoenergia incorpora os negócios da Elektro para criar a maior empresa elétrica no Brasil e na América Latina

0 16

Primeira companhia elétrica do Brasil

Junho, 2017 – O acordo aprovado pela Neoenergia criará a maior companhia elétrica do Brasil e a primeira da América Latina em número de clientes, com 13,4 milhões. Prestará serviço num território com uma população superior a 43 milhões de pessoas, enquanto a Iberdrola, na Espanha, atende 18 milhões de pessoas.

A sua área de concessão abrangerá 836.000 km2, em comparação com os 190.000 km2 da Iberdrola na Espanha, enquanto sua rede de distribuição se estenderá ao longo de 585.000 km (268.000 km no caso da Espanha).

A companhia, fundamentalmente regulada, também estará presente no negócio de geração eólica e hidráulica com uma capacidade de 2.080 megawatts (MW) operacionais e 1.460 MW em desenvolvimento, bem como no negócio de geração termelétrica com 530 MW operacionais.

A nova Neoenergia possui uma base de ativos regulados de, aproximadamente, 3,657 bilhões de euros.

A Neoenergia é controlada pela Iberdrola1, Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ) e BB Banco de Investimento (Banco do Brasil) que, após a operação passarão a ter, aproximadamente, 52,45%, 38,21% e 9,35%, respectivamente, na empresa resultante.

Aspectos relevantes: 

1.  A companhia atuará em um território com uma população superior a 43 milhões de pessoas (em comparação com os 18 milhões da Iberdrola na Espanha) e terá 13,4 milhões de unidades consumidoras

2. A área de concessão da empresa terá uma abrangência 836.000 km2 e sua rede de distribuição se estenderá por 585.000 km, em comparação com os 190.000 km2 e 268.000 km, respectivamente, da Iberdrola na Espanha

3. Possuirá uma base de ativos regulados de aproximadamente 3,657 bilhões de euros

4. A cifra agregada de receitas da Neoenergia e da Elektro para o exercício 2016 gira em torno de 7,935 bilhões de euros, com um EBITDA de cerca de 934 milhões de euros

5. O Presidente da Iberdrola, Ignacio Galán, afirmou: “A operação corresponde aos objetivos estipulados nas nossas Perspectivas Estratégicas 2016-2020: apostar nos negócios regulados e estáveis, assim como consolidar e controlar a gestão da nossa atividade no Brasil”.

 

Fonte: Imprensa/Elektro

Site: elektro.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.