Presidente TEMER é flagrado dando aval para compra do silêncio de Eduardo Cunha e Funaro, ambos envolvidos presos na operação Lava Jato.

TEMER II

Rio, maio, 2017 – Parece que ainda não chegamos ao fundo poço. Com as gravações do áudio divulgado hoje(17), pelo Jornal O Globo, a credibilidade do governo TEMER que era pífia tende a piorar daqui pra frente.  

Hoje em Brasília, executivos e  o dono da JBS, umas das maiores empresa brasileira do setor  alimentos, que é investigada na Operação Lava Jato por corrupção, estiveram dando depoimento para o Ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, relatando diversas ações criminosas ocorridas recentemente nos governos Dilma e Temer, além de denunciar o Senador Aécio Neves, de Minas Gerais, por solicitação de R$ 2 milhões. 

De acordo com informações do Jornal O Globo, os irmãos Joesley e Wesley Batista e outras cinco pessoas tentam fechar um acordo de delação premiada com o Ministério Público e para isso, apresentaram várias gravações aos procuradores. No caso mais grave, os irmãos mostram uma conversa gravada, do presidente Michel Temer com Joesley, indicando o deputado Rodrigo Rocha Loures, do PMDB do Paraná, para resolver, no governo, um assunto da empresa J&F a pedido de Temer.

É um desses assuntos, Joesley Bastista diz ao presidente Michel Temer que está pagando pelo silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

Segue áudio do Jornal O Globo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »