Sete motivos para investir em imóveis em 2017

Março, 2017 – Mesmo com as mudanças de perspectivas ocorridas em 2015 e 2016, que também ditaram o ritmo do mercado imobiliário, o momento foi propício para quem quis investir em imóveis e 2017 promete ser o ano da virada, onde o investidor deve aproveitar para melhor se posicionar em sua carteira. Com cinco empreendimentos em andamento na capital paulista, a INK Incorporadora, que atua no mercado desde 2012, lista alguns fatores que comprovam a boa fase para investimento imobiliário.

PREDIO

Queda da inflação e diminuição da taxa de juros

A desaceleração da inflação já está em curso e estimativas feitas pelo mercado e pelo presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, estimam um percentual de 3% para 2018. Em 2015, a inflação era de 10,7%. Em 2016, ela fechou em 6,29%, já abaixo do esperado. E, para 2017, o que o mercado espera é algo em torno de 5%. Além disso, esperam-se quedas progressivas na taxa de juros, que seguram o crédito e, consequentemente, o consumo das famílias. O mercado chega a estimar uma taxa de juros em torno de 9% ao ano contra os 13% atuais.

PIB e economia aquecida

O crescimento do Produto Interno Bruto é um indicativo preciso do reaquecimento da economia. Depois de queda de 3,8% em 2015 e uma retração menor em 2016, a expectativa é de volta ao azul, com alta de 1,3% em 2017. Com indicadores mais favoráveis, teremos um mercado menos temeroso e retraído, com alta nos investimentos internos, o que terá reflexo no consumo das famílias e reaquecerá a economia.

Aumento da empregabilidade

Com empresas voltando a investir, o número de postos de trabalho deve aumentar e o desemprego cair, o que, segundo economistas, deve acontecer a partir do segundo semestre deste ano.

Investimento seguro

Por ser uma forma de investimento imune à quebra de bancos e ações do governo, historicamente o investimento em imóveis é a forma mais estável, segura e de baixo risco para aplicar dinheiro. “Não importa qual seja o momento econômico do país, sempre existirá a demanda por imóveis. Por isso, mesmo com uma possível flutuação de valor, o investimento imobiliário é sempre uma das opções mais seguras, especialmente a longo prazo”, afirma Luiz Piccini, da INK. Nesse sentido, Luiz aponta que produtos com diferenciais de mercado levam vantagem. “No caso dos empreendimentos da INK, por exemplo, os diferenciais competitivos, como arquitetura contemporânea, tecnologia em segurança e localização privilegiada, são de fácil percepção e atraem os olhares de investidores”, conclui.

Investimento rentável e potencial de valorização

Imóveis tendem a valorizar-se mais do que a rentabilidade de outros tipos de investimentos, como a caderneta de poupança, por exemplo. O Brasil possui um déficit habitacional de 5,5 milhões de residências. Isso se deve a fatores como restrições de legislação, falta de terrenos nos centros urbanos, dificuldade de locomoção, entre outros. Mas o fato é que o déficit habitacional é uma das razões responsáveis para que continue havendo novos empreendimentos crescendo pelas cidades. “A INK sabe a importância do mercado imobiliário para a economia. Em 2017, entregaremos o Tetrys, nosso edifício na Pompeia, e seguiremos com as obras do GEO, que fica no Alto da Lapa. Além disso, lançaremos mais dois empreendimentos, um em Pinheiros e outro na Vila Olímpia. Para 2018, mais um, dessa vez no Brooklin”, conta Luiz Piccini.

Investimento diversificado

O investimento imobiliário é uma opção muito utilizada em uma carteira diversificada de investimentos. Ele ocupa a faixa chamada de investimentos moderados, de baixo risco. “Historicamente, imóveis bem localizados e com personalidade dificilmente perdem valor. Mesmo em momentos menos favoráveis, tendem a ficar com preços estáveis”, conclui Luiz.

Crescimento imobiliário em 2017

Com todos os pontos apresentados, especialmente a desaceleração da inflação e a queda na taxa básica de juros no país, o crescimento do mercado imobiliário realmente deverá ocorrer neste ano. O setor depende de como está o cenário no país e já é possível visualizar uma melhora econômica com boas expectativas. “Com a retomada do crescimento econômico e os ajustes pelos quais o cenário político deve passar, a tendência é que o mercado imobiliário apresente boa melhora no decorrer deste ano”, encerra Luiz Piccini.

Mais informações em www.inkorporadora.com.br.

 

 

Um comentário em “Sete motivos para investir em imóveis em 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »