Rio de janeiro recebe Seminário Internacional para discutir digitalização das empresas de utilidade pública

Na Conferência será apresentado estudo inédito sobre impactos econômicos de ataques cibernéticos nas empresas de energia elétrica no Brasil e relatório sobre banda de comunicação dedicada para empresas de utilidade pública

Rio, março, 2018 – De 4 a 6 de abril, no Windsor da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, acontecerá o mais importante Seminário da América Latina sobre Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC) para empresas de utilidade pública (energia elétrica, gás e saneamento). A Conferência reunirá geradoras, transmissoras e distribuidoras de energia elétrica, concessionárias de gás e de saneamento, além de fornecedores de tecnologia.

Além de uma programação diversificada de palestras, o UTC AL Summit 2018 trará estudos inéditos, cujo objetivo é ajudar as empresas de energia elétrica, gás e saneamento no processo de transformação digital. Pela primeira vez no Brasil será apresentado um levantamento sobre os impactos econômicos dos ataques cibernéticos nas elétricas brasileiras. O estudo foi conduzido pelo UTC América Latina, (Utilities Telecom & Technology Council América Latina), entidade sem fins lucrativos que congrega especialistas do setor, e pelo CPQD, um dos maiores centros latino-americanos de pesquisa e desenvolvimento em soluções de Telecomunicações e de Tecnologia da Informação.

O Seminário reunirá líderes da indústria, representantes do governo como Ministério de Minas e Energia (MME), Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e as agências reguladoras do setor elétrico e de telecomunicações, ANEEL e Anatel; além de congressistas nacionais e estrangeiros de empresas como Iberdrola e do órgão regulador do setor elétrico da Colômbia, entre outros.

Durante o evento será divulgado também um levantamento sobre a viabilidade de implementar uma  banda de frequência exclusiva para comunicação (voz e dados) das empresas de missão crítica, ou seja, todas as Utilities. A pedido da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o UTC AL preparou um levantamento detalhado com apontamento das faixas disponíveis, equipamentos necessários e entraves. Há dois anos, o UTC América Latina vem pleiteando uma infraestrutura de comunicação dedicada para essas empresas, cuja atividade impacta nos serviços prestados para toda a sociedade e não podem ficar fora do ar, sem comunicação. O assunto requer regulamentação e apoio governamental e tem evoluído dentro e fora do país. No Brasil, o órgão regulador está convencido de que as empresas de missão crítica necessitam de uma faixa de frequência para elas. No UTC AL Summit 2018 haverá um painel dedicado ao tema e a Anatel convocou uma reunião do grupo de trabalho Anatel-Utilities para debater com empresas do setor e fabricantes.

A programação contará com uma série de convidados internacionais. Entre eles, Ernest Wohnig, vice-presidente de inovação da System 1 Inc, consultoria com atuação global em análise de risco cibernético. Reconhecido internacionalmente na área segurança cibernética Wohnig assessorou projetos estratégicos de empresas globais e agências governamentais. Atualmente, também faz parte do Conselho do Programa de Segurança Cibernética da Universidade Estadual Thomas Edison (TESU) e preside o conselho consultivo global do Sistema de Controle da Associação de Segurança Cibernética Internacional (CS2AI).

Outro convidado internacional é o Nicolas Arcauz, diretor global de Smart Grid da Iberdrola,  empresa espanhola que anunciou, em agosto do ano passado, a conclusão de uma das operações corporativas mais importantes em sua história, justamente no Brasil, com incorporação da Elektro Holding na Neoenergia. Ele apresentará o projeto de migração de medidores inteligentes para 30 milhões de famílias (clientes residenciais da Espanha). Arcauz atuou em diferentes posições na Iberdrola e também em grupos de trabalho criados pelo Ministério da Energia, pelo Regulador e pelo Operador do Sistema na Espanha. O executivo integrou, ainda, diferentes atividades nacionais e europeias no âmbito da Pesquisa e Desenvolvimento, sendo o mais recente o projeto de medidor OPEN, financiado pela União Europeia.

Inscrições gratuitas para governo e empresas de utilidade pública

http://www.utcamericalatina.org/summit2018/#register

 Mais informações sobre a programação no site: http://www.utcamericalatina.org/summit2018/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *